Trump elogia relação com Bolsonaro: ''Make Brazil great again''

A declaração foi dada quando Donald Trump comentava a possibilidade de cidadãos americanos que passaram o carnaval no Brasil retornarem aos EUA infectados com coronavírus

Por Correio Braziliense 27/02/2020 - 23:09 hs
Foto: rendan Smialowski/AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou, durante coletiva de imprensa na Casa Branca, que o presidente Jair Bolsonaro "é um grande amigo". E, para demonstrar a intimidade entre os dois, forneceu um informação equivocada, afirmando que Bolsonaro concorreu nas eleições com um slogan igual ao seu — Make America great again (Faça a América grande de novo).

"Lidamos com o Brasil muito bem. O presidente é um grande amigo meu. Na verdade, ele concorreu com o lema 'Make Brazil great again' (Faça o Brasil grande de novo). Nós nos damos muito bem, sei que ele fica orgulhoso em ouvir isso", disse. Apesar de Bolsonaro ter dito a frase durante a campanha, esse não era seu slogan.  

A declaração de Trump foi dada na quarta-feira (26/2), em um momento da entrevista no qual o líder americano comentava a possibilidade de cidadãos americanos que passaram o carnaval no Brasil retornarem aos EUA infectados com coronavírus. "Estamos checando as pessoas que chegam (do Brasil) bem atentamente. É um grande país, com apenas um caso, mas ainda assim é um caso", afirmou Trump.

Brasil é um problema

Trump ainda ressaltou que há países com número de casos muito maior do que o Brasil, como a Itália, com 528 casos e 14 mortos.  "Estamos trabalhando com o Brasil. Nós temos países em uma situação muito pior do que a do Brasil, como a Itália e vários outros países com muitos mais casos. A Itália é um problema mais profundo. Estamos checando as pessoas que chegam (do Brasil) bem atentamente", completou.

Ainda segundo ele, dependendo da evolução do novo vírus nos países, alguns poderão ser adicionados à lista de restrição de viagens. "Em algum ponto, dependendo do que acontecer, podemos adicionar alguns países na lista (de restrições de viagens), como fizemos com a China. Esperamos abrir o país para a China o mais rapidamente possível e que os números que estamos recebendo dos chineses sejam verdadeiros", concluiu.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro compartilhou uma parte da coletiva com Trump no Twitter com a legenda: ''Pres. @realDonaldTrump mandou um #MakeBrazilGreatAgain!'', escreveu.