Representante de MT fica em 3º lugar no Miss Brasil Gay

A representante de Pernambuco, Antonia Gutierrez, foi a vencedora. Em segundo lugar ficou a paulista Radha Vasconcelos.

Por O Repórter do Araguaia 19/08/2019 - 10:29 hs
Foto: Reprodução/Divulgação

A mato-grossense Jennifer Lizz, de 22 anos, ficou em terceiro lugar na 39ª edição do concurso Miss Brasil Gay, realizado na noite de sábado em Juiz de Fora (MG).

Jennifer, a primeira transformista surda a participar do concurso, deixou para trás vários representantes de outros estados.

A representante de Pernambuco, Antonia Gutierrez, foi a vencedora. Em segundo lugar ficou a paulista Radha Vasconcelos.

O título de Miss Júri Popular, que ocorreu com votação realizada através da internet, ficou com Camila Duarte, do Rio Grande do Sul.

Nas vésperas do concurso, Jennifer Lizz deu uma entrevista para o site Acessa. Na conversa, ela falou da expectativa do concurso e da luta pela inclusão de deficientes auditivos.

“Além de ser um sonho realizado, estarei ali representando mais 10 milhões de surdos no maior concurso de beleza transformista do país, será um momento histórico e de inclusão para nós surdos e para o concurso Miss Brasil Gay Oficial”, disse.

A coroa à nova Miss Brasil Gay, Antonia Gutierrez, foi repassada pela vencedora da edição passada, Yakira Queiroz.

Nesta edição, o Miss Brasil Gay teve transmissão ao vivo no YouTube e contou com tradução em libras e em audiodescrição para deficientes visuais e auditivos.