População de Santa Terezinha faz papel de polícia e prendem suspeito de roubo

Alguns moradores da comunidade P.A Porto Velho em Santa Terezinha amarraram um suspeito de roubos na região e esperaram a chegada da polícia.

Por João Evilson 10/04/2019 - 10:41 hs
Foto: Reprodução/Whatsapp

A que ponto está chegando a situação da segurança pública na região, principalmente nos municípios pequenos como Santa Terezinha aonde as polícias Militar e Civil estão sem poder desenvolver seus trabalhos por falta de viatura. As polícias estão sem viatura desde o mês de novembro de 2018 no município de Santa Terezinha.

Ontem no início da noite, os moradores da comunidade rural da P.A Porto Velho no município de Santa Terezinha pegaram um suspeito de roubo na região, amarraram-no e entraram em contato com a polícia para ir prendê-lo.  A comunidade foi alertada por membros nos grupos de whatsapp que esse suspeito tinha cometido alguns roubos na comunidade Paulista do Araguaia (Torre), também em Santa Terezinha e estava dirigindo-se para a comunidade da Porto Velho, foi quando o suspeito ao chegar, foi surpreendido pelos moradores que o imobilizaram e deixaram-no amarrado em uma cadeira até a chegada da polícia.


A polícia, como não dispõe de viatura para poder atender de imediato as ocorrências pediu ajuda ao Conselho Municipal de Segurança do município e este articulou junto à prefeitura e conseguiu uma caminhonete para atender a diligência e por volta de meia noite prenderam o suspeito.

A Polícia Judiciária Civil realizou todos os procedimentos de registro de B.O e teve que liberar o suspeito por falta de testemunhas que apresentasse denúncias conclusivas contra o mesmo, pois não foi efetuado prisão em flagrante.

A população de Santa Terezinha está clamando por sua segurança, pois já se passam 100 dias de gestão do atual governador e nada ainda foi resolvido em relação à viatura para as polícias do município. A prefeitura disponibiliza quando possível algum veículo para atender alguns casos, más os veículos não podem ficar à disposição e a polícia continua sem poder realizar seu trabalho.

O Município dispõe de bons polícias que tem realizado um ótimo trabalho para manter a segurança e tornar o lugar tranquilo para viver, más que essa tranquilidade agora está seriamente ameaçada por falta de apoio do governo do Estado. Será que essas pessoas que vivem no lugar não merecem uma segurança digna? Pois são pessoas, cidadãos e cidadãs que pagam seus impostos e também ajudam a eleger os governantes. Muito triste e lamentável esta situação, esse descaso do governo do estado, pois esse povo, como qualquer em outro lugar, merecem viver com mais dignidade.

Por falta justamente de segurança, no início deste mês uma grande loja de eletrodomésticos da cidade teve um grande prejuízo com o roubo de vários eletrônicos de valores altos em sua loja. E a polícia mais uma vez não pode dar uma resposta rápida como sempre tem feito, por falta de viaturas.

Alguma coisa tem que ser feito, pois não pode deixar o povo fechar a porta depois de serem roubados.