Frigorífico de Nova Xavantina inicia abate nesta terça-feira, 25

De acordo com o gerente industrial do frigorífico, Ailton Marcio, já foram contratados 400 funcionários, e esse número pode chegar a 800

25/07/2017 - 11:00 hs
Foto: Reprodução

Mais de 400 funcionários já foram contratados para a reabertura da planta frigorífica do grupo Marfrig em Nova Xavantina (607 km ao Leste de Cuiabá), a partir desta terça-feira (25.07). Uma comitiva formada pelo prefeito de Nova Xavantina, João Batista Vaz – Cebola, vice-governador do Estado, Carlos Fávaro, senador José Medeiros, deputados federais e estaduais, vice-prefeito Ney Weliton e o empresário Nico do Leilão, estiveram na planta do Marfrig no município, neste sábado (22.07), para conhecer a estrutura do empreendimento.

Na ocasião, o diretor do frigorífico, Alcides Bergamo, pediu a interferência e articulação do prefeito Cebola e das autoridades que estavam presentes junto à empresa Energisa para obter o contrato de demanda de energia. "Nós temos energia, mas precisamos do contrato de demanda, para que seja retomado. Queremos a ajuda do prefeito Cebola que está sendo um pai pra gente e agora também do vice-governador para que esse processo seja acelerado, pois o início do abate será na terça-feira (25.07)".

Fávaro disse que quem ganha com tudo isso é o município, por meio da geração de empregos e desenvolvimento de toda a região. "A união de esforços está garantindo que a gente avance neste momento de crise que o país e o estado estão enfrentando, quem ganha com esse esforço conjunto, sem dúvida, é a população".

Segundo o prefeito Cebola, já existe uma conversa com o diretor-presidente da Energisa, Roberto José Barbanera. Ele sinalizou positivamente em atender a empresa e os interesses dos xavantinenses.

“Eu estou muito feliz. É a maior obra que um prefeito pode entregar a um município. O município está aquecido e estamos focados no desenvolvimento de nossa cidade.”, comemorou o prefeito.

De acordo com o gerente industrial do frigorífico, Ailton Marcio, já foram contratados 400 funcionários, e esse número pode chegar a 800, caso seja alcançada a capacidade máxima de abate, que é 1,5 mil ao dia. A previsão, segundo ele, é que inicialmente sejam feitos 90 abates diários.

"Estamos buscando contratar pessoas de toda a região, precisamos de mão de obra qualificada e muita gente do município já foi contratada.”, disse.

O NX1 mostrará com exclusividade o início do abate nesta terça-feira (25) e registrará com fotos, como é o passo a passo dentro de um frigorífico.

Por Redação do nx1.com.br

Publicidade