Valencia pede grana, e Fla negocia. Entenda o que separa Diego Alves do Rubro-Negro

Clube espanhol ainda pede uma compensação financeira para a liberação do goleiro brasileiro; Flamengo quer contrato de pelo menos três anos com jogador

15/07/2017 - 13:36 hs
Foto: Pedro Martins/Mowa Press

Na reta final da janela de transferências internacionais, o Flamengo tenta sua última cartada para fortalecer o elenco em 2017. O clube mantém o sigilo enquanto negocia detalhes para poder contar com o goleiro Diego Alves, mas esbarra em questões com o Valencia. O clube espanhol tem contrato com o jogador de 32 anos até julho de 2019.

Entenda a situação atual:

Qual a vontade do goleiro?

Diego Alves quer o Flamengo. E não é difícil entender o porquê. Além da força do Rubro-Negro no mercado atual, estrutura e estabilidade financeira, o jogador busca também visibilidade a menos de um ano da Copa do Mundo da Rússia. Entre os principais elencos do Brasil, o do técnico Zé Ricardo é o que vem tendo problemas com goleiros. Alex Muralha foi barrado há pouco mais de um mês, dando lugar ao ainda jovem Thiago.

E o que o Valencia quer?

O clube espanhol já sinalizou que não impedirá a saída do goleiro brasileiro. No entanto, quer um pagamento. O Flamengo, por sua vez, não quer desembolsar valores altos e quer que Diego consiga a liberação. Na Europa, o goleiro ganha cerca de 300 mil euros (cerca de 1 milhão de reais).

Por que o Valencia quer se desfazer de Diego Alves?

O Valencia trocou de técnico, passa por reformulação após má temporada e não conta mais com Diego Alves por dois motivos: primeiro, pelo alto salário que ele recebe, um dos maiores do elenco. Segundo, porque a diretoria quer se desfazer logo dos medalhões para renovar os ares do time. Enzo Pérez, por exemplo, foi para o River Plate por um valor considerado baixo para o mercado europeu (3 milhões de euros). E o clube quer compensação financeira, mesmo que não seja alta, para liberar Diego ao Fla.

Como seria o contrato?

A ideia é um contrato definitivo e não por empréstimo. Com três anos de contrato mais um ano com cláusula de renovação automática. Atualmente, o elenco do Flamengo tem os goleiros Thiago, Muralha e Cesar. Paulo Victor rescindiu contrato e agora é jogador do Grêmio.

Quando fecha a janela?

A questão precisa ser resolvida até o próximo dia 20 de julho, quinta-feira. É a data que fecha a janela de transferências internacionais do meio do ano. Neste período, o Flamengo trouxe três reforços: Éverton Ribeiro, Rhodolfo e Geuvânio.

*participam da apuração Amanda Kestelman, Bruno Giufrida, Ivan Raupp, Fred Gomes, Marcelo Hazan e Raphael Zarko

Por Globo Esporte

Publicidade