Juventude, olhos abertos a distância, ouvidos atentos e passos leves!

Por Marco Antonio Gallo – agente de pastoral referencial da PJ na Prelazia de São Félix do Araguaia

Por Marco Antonio Gallo 17/02/2018 - 14:22 hs
Pedro Casaldaliga, é para a juventude um dos maiores símbolos da rebeldia evangélica que nossos tempos necessitam, seu jeito humano e leve de lutar, inspirou e continua inspirando muitos jovens ao compromisso de seguidores e seguidoras de Jesus de Nazaré! Sua vida e missão é reveladora, é a prova clara de que a igreja só está próxima do Reino quando se coloca próxima dos pobres e marginalizados. Nesses anos todos de Pastoral da Juventude, vivemos altos e baixos e buscamos todos os dias de nossas lutas, mantermo-nos fieis ao caminho indicado por Jesus. Pedro nos ensina isso com sua vida, com seus jovens 90 anos, com voz tremula e olhar profético sussurra em suas rugas a mais forte palavra que resume a união de juventude e Igreja: ESPERANÇA. A PJ, assim como todo o seguimento da Igreja que opta pelos pobres numa experiência popular e militante viveu e ainda vive a perseguição e opressão, porém animados pelos testemunhos dos mártires da caminhada e de tantos outros profetas que ainda vivem conosco nessa alegria momentânea que é o mundo, nos mantemos firmes num caminhar de passos leves, olhos atentos a distância, e com os olhos bem abertos, afinal de contas, o importante é caminhar entre o presépio e a cruz na certeza da luz! Com Pedro aprendemos que os passos leves nos dão acesso a todos os lugares onde a Palavra viva e encarnada deve chegar, passos leves são serenos, inculturados, singelos, misericordiosos, assim foram e são os passos desse nosso profeta do Araguaia. Com Pedro compreendemos que nossos olhos jovens devem estar atentos a distância que há entre o que passou e o que somos hoje e entre onde estamos e o Reino que se aproxima, Pedro nos ensina isso: compromisso libertário com a história e coração valente para o futuro esperançoso que urge em nossas vidas. Com Pedro aprendemos que nossos olhos devem estar sempre bem abertos, para não cairmos na cegueira que o sistema produz, que faz cabeças acreditar que a fome e a miséria é natural, aprendemos que com os olhos abertos não há coração fechado, pelo contrário há coragem para encarar as mazelas desse mundo com coragem de transformação. Nesse ano em que celebramos 90 anos de nosso Profeta, Nós da Pastoral da Juventude queremos reafirmar nosso compromisso com o Reino numa atitude de ação de graças pela Vida de Nosso Profeta, agradecer a Deus por este nosso companheiro de caminhada, que em sua singeleza nos anima na luta por um mundo novo e fazer ecoar o que um dia nos pediu: Somos Igreja Jovem, popular, comprometida, “esperançada e esperançadora”! A Pastoral da Juventude Pula, grita, Canta e Luta Pelos 90 anos de Pedro Casaldáliga! Amém, Axé, Awire, Aleluia!