Polícia Civil e PM prendem homem acusado de integrar grupo de ‘Justiceiros’ em SP

O suspeito é foragido do Estado de São Paulo, onde foi acusado de integrar um grupo de “justiceiros”

23/05/2017 - 16:31 hs
Foto: reprodução

Considerado um criminoso de alta periculosidade, Fabiano Ribeiro, 42, foi preso na  manhã desta terça-feira (23.05), no município de Novo Santo Antônio (1.063 km a Nordeste), durante ação integrada da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar.

O suspeito é foragido do Estado de São Paulo, onde foi acusado de integrar um grupo de “justiceiros”, que praticaram crimes bárbaros. Entre eles está a morte de um jovem que foi torturado e executado. A vítima teve os dentes quebrados e foi queimada viva.

As Polícias levantaram que Fabiano Ribeiro tem várias passagens criminais e estava com dois mandados de prisão em aberto, ambos decretados pela Comarca de São Paulo (SP), sendo um por crime de homicídio.

Conforme levantamentos, o homem não possuía emprego fixo e, no entanto, desfrutava de um alto padrão econômico em Novo Santo Antônio. Diante das suspeitas, foram realizadas diligências sobre a vida pregressa do investigado, sendo constatadas as duas ordens judiciais de prisão contra ele.

A prisão do foragido foi realizada pelos investigadores da Polícia Civil integrados com os policiais militares, depois de vigilância montada nas proximidades da casa de Fabiano.

FONTE: PJC-MT